O Headset da Depressão Flow é um dispositivo de última geração utilizado para o tratamento não invasivo da depressão através da estimulação transcraniana de corrente contínua (ETCC). Com um design ergonômico, apresenta uma combinação de cores em branco e preto e está posicionado sobre uma caixa azul elegante que sugere uma embalagem de alta qualidade. Este dispositivo é projetado para proporcionar uma experiência de uso confortável, com suportes ajustáveis e almofadas que garantem um ajuste personalizado para o usuário. A tecnologia ETCC é utilizada para modular a atividade neural visando aliviar os sintomas da depressão, oferecendo uma alternativa de tratamento segura e eficaz.

Tudo o que você precisa saber sobre o Headset da Depressão Flow

A depressão tem desafiado cientistas, médicos e pacientes na busca por tratamentos eficazes, seguros e livres dos efeitos colaterais muitas vezes associados às terapias convencionais. O Headset da Depressão Flow oferece uma abordagem baseada na estimulação transcraniana por corrente contínua (ETCC), uma técnica que, embora utilizada há anos em ambientes clínicos, agora se torna acessível para o uso domiciliar. 

 

Aprovado por instituições regulatórias como a Anvisa no Brasil e a CE na Europa, o Headset Flow é fruto de rigorosos processos de pesquisa e desenvolvimento. Sua tecnologia não invasiva, apoiada por ensaios clínicos, alivia os sintomas da depressão sem os efeitos colaterais associados a medicamentos.

 

Este artigo explora como essa tecnologia se apresenta como uma alternativa viável para o tratamento da depressão, oferecendo insights sobre sua segurança, eficácia e como os pacientes podem integrá-la às suas vidas.

 

Segurança e Eficácia do Tratamento

Em primeiro lugar, sempre que se fala em tratamentos contra a depressão, precisamos falar sobre a segurança dos tratamentos. O Headset da Depressão Flow tem forte respaldo científico, com mais de 20 ensaios clínicos validando sua utilização sem efeitos colaterais graves.

 

Além disso, o produto recebeu aprovações significativas:

 

  • Certificação CE e Anvisa: Estas certificações indicam que o dispositivo atende aos padrões regulatórios rigorosos para dispositivos médicos na Europa e no Brasil, respectivamente​​​​.
  • Projeto e fabricação: Desenvolvido na Suécia, o design do Headset Flow prioriza a segurança e o conforto do usuário, minimizando possíveis desconfortos durante o tratamento​​.

 

Já na parte de eficácia do tratamento, o Headset da Depressão Flow melhora comprovadamente os sintomas da depressão:

 

  • Melhorias notáveis: A maioria dos usuários nota uma melhoria significativa em sintomas-chave da depressão, incluindo humor, foco e sono, em um período curto de tempo após iniciar o uso do dispositivo​​.
  • Suporte científico: A técnica de ETCC, base para o funcionamento do Headset, é apoiada por evidências científicas que demonstram sua capacidade de reduzir os sintomas depressivos pela metade após seis semanas de tratamento. Uma pesquisa interna revelou que 81% dos usuários experimentaram uma redução na depressão após apenas três semanas​​.

 

Estas características destacam o compromisso do Headset da Depressão Flow com a segurança e eficácia, oferecendo uma opção de tratamento confiável para indivíduos buscando alívio dos sintomas da depressão. 

 

Uso Autônomo e com Acompanhamento Médico

A possibilidade de uso autônomo do Headset Flow no tratamento da depressão, permite que os pacientes recebam terapia de estimulação transcraniana por corrente contínua (ETCC) no conforto de suas casas. 

 

O design intuitivo do dispositivo, aliado à sua bateria de longa duração, oferece uma solução prática para o tratamento contínuo sem a necessidade frequente de recarga. 

 

Cada kit inclui Pads descartáveis para iniciar o tratamento, garantindo que os usuários possam começar sem preocupações adicionais sobre a aquisição imediata de acessórios​​.

 

O aplicativo Flow, uma peça central dessa abordagem de tratamento, serve como um guia passo a passo para a correta utilização do headset.  Ele instrui sobre como posicionar o dispositivo e os Pads, monitora o progresso do tratamento oferecendo feedback em tempo real. 

 

Além disso, o aspecto autônomo do uso do Headset Flow é complementado pela possibilidade de acompanhamento médico. Embora o dispositivo permita uma gestão independente do tratamento, a orientação profissional é recomendável, especialmente na fase inicial e para ajustes no protocolo de tratamento. 

 

O aplicativo facilita essa interação, permitindo que os dados do tratamento sejam compartilhados com profissionais de saúde, caso o usuário deseje. Assim, o tratamento combina a flexibilidade do uso doméstico com a segurança e a personalização que o acompanhamento médico proporciona​​.

 

Compatibilidade com Outros Tratamentos

A compatibilidade do Headset da Depressão Flow com outros tratamentos representa um aspecto fundamental da sua flexibilidade e aplicabilidade no cuidado da saúde mental. 

 

A possibilidade de usar o headset em conjunto com medicamentos antidepressivos amplia as opções de tratamento para pessoas com depressão, permitindo uma abordagem mais personalizada e integrada ao cuidado de sua saúde.

 

O uso do Headset da Depressão Flow junto a medicamentos antidepressivos não apresenta contraindicações conhecidas, o que significa que pacientes podem, sob orientação médica, combinar a estimulação transcraniana por corrente contínua (ETCC) com a farmacoterapia. 

 

Essa abordagem multidisciplinar pode ser particularmente útil para indivíduos que não respondem adequadamente aos medicamentos sozinhos ou que buscam minimizar seus efeitos colaterais.

 

A compatibilidade do headset com outros tratamentos amplia o espectro de cuidados disponíveis para a depressão, oferecendo uma alternativa ou complemento à medicação. Isso se alinha à crescente demanda por tratamentos personalizados e menos invasivos, que se adaptam às necessidades e preferências individuais dos pacientes.

 

Consulta Profissional

A importância de consultar um profissional de saúde antes de realizar qualquer alteração no tratamento atual não pode ser subestimada. 

 

A avaliação médica assegura que a combinação de tratamentos seja apropriada para o quadro clínico específico do paciente, levando em consideração fatores como a severidade dos sintomas, histórico médico e potenciais interações entre diferentes modalidades de tratamento.

 

Profissionais de saúde podem oferecer orientações valiosas sobre como integrar o uso do Headset da Depressão Flow ao regime de tratamento existente, garantindo que a adição deste novo método seja feita de maneira segura e eficaz. 

 

Além disso, o acompanhamento médico permite monitorar o progresso do tratamento e ajustar as estratégias conforme necessário para obter os melhores resultados possíveis.

 

Benefícios Comprovados e Feedback de Usuários

Usuários do Headset da Depressão Flow relatam uma série de melhorias que impactam diretamente na qualidade de vida, incluindo o aumento do humor, aprimoramento do foco e a melhoria na qualidade do sono. Essas mudanças positivas geralmente se manifestam em um período de 3 a 6 semanas de uso regular.

 

Isso se deve ao método de ação do dispositivo, que modula a atividade neural por meio de impulsos elétricos suaves, visando áreas específicas do cérebro associadas à regulação do humor e cognição.

 

Essas melhorias na função diária e bem-estar geral são essenciais para a recuperação de longo prazo de indivíduos que sofrem de depressão.

 

Em resumo, o Headset Flow emerge como uma opção de tratamento promissora para a depressão, oferecendo benefícios corroborados tanto por feedbacks de usuários quanto por estudos clínicos. Este tratamento representa uma abordagem menos invasiva e com menor risco de efeitos colaterais, abrindo caminho para uma nova era no manejo da depressão.

 

Como Começar o Tratamento

Para começar o tratamento com o Headset da Depressão Flow, siga um processo direto e intuitivo, projetado para facilitar o acesso ao tratamento inovador de depressão no conforto do seu lar. 

 

Aqui está um guia para começar:

 

  • Encomende o Headset Flow: Acesse o site oficial do produto ou lojas autorizadas para adquirir o seu headset. O processo de compra é simples, semelhante ao de outros produtos online.

 

  • Baixe o Aplicativo Gratuito: Após a compra, baixe o aplicativo Flow, disponível gratuitamente nas lojas de aplicativos. O aplicativo é uma parte crucial do tratamento, pois fornece orientações detalhadas sobre como usar o headset, além de acompanhar seu progresso.

 

  • Configure o Dispositivo: Quando receber o headset, siga as instruções claras fornecidas pelo aplicativo para configurá-lo corretamente. Essas instruções incluem como ajustar o headset na cabeça, como e onde posicionar os Pads, e como iniciar uma sessão de tratamento.

 

  • Inicie o Tratamento com Sessões Recomendadas: O aplicativo orientará você através das sessões de tratamento recomendadas. Estas sessões são projetadas com base em evidências científicas para proporcionar os melhores resultados. É importante seguir o protocolo de tratamento proposto para maximizar a eficácia do tratamento.

 

  • Siga o Protocolo de Tratamento para Resultados Eficazes: A aderência ao protocolo de tratamento é essencial para alcançar resultados significativos. Isso inclui manter a regularidade das sessões, seguir as orientações de uso do aplicativo e monitorar seu progresso ao longo do tempo.

 

Lembrando a importância de seguir rigorosamente o protocolo de tratamento, este guia facilita o início do seu caminho para uma melhor saúde mental. 

 

O tratamento com o Headset Flow representa um método promissor para aliviar os sintomas da depressão, proporcionando aos usuários uma opção de tratamento conveniente e inovadora em casa.

 

Um aliado no cuidado com a saúde mental.

O tratamento com o Headset da Depressão Flow destaca-se não apenas por sua base científica sólida e aprovações regulatórias, mas também pela forma como reimagina a abordagem à depressão – com um foco no empoderamento do paciente e na integração harmoniosa do tratamento na vida cotidiana. 

 

A capacidade de administrar a terapia de ETCC de forma independente, sem sacrificar a segurança ou a eficácia, se torna uma grande aliada no cuidado com a saúde mental.

 

Para encomendar o seu Headset da Depressão Flow, clique aqui!

o papel da escola na manutenção da saúde mental entre jovens e adolescentes

O papel da escola na promoção de saúde mental entre crianças e adolescentes

Saúde mental entre crianças e adolescentes

Nos últimos tempos, os debates e a atenção direcionada à saúde mental de crianças e adolescentes vêm ganhando espaços consideráveis. Seja em razão da maior abertura por parte das instituições responsáveis por esse grupo, como o ambiente escolar e familiar. Ou, ainda, influenciada pelos impactos resultantes do isolamento social, que também comprometeu a rotina e vida social dos envolvidos.

Por um lado, é natural que crianças e adolescentes sejam acometidos por oscilações emocionais ou questões delicadas da vida pessoal. Afinal, é nessa fase que eles serão moldados para a vida adulta, passando pelos mais diferentes processos e autodescobertas.

Porém, por estarem em fase de transição e mudanças profundas, ainda não são capazes de controlar alguns desejos e entender medos, traumas e possíveis travas sentimentais que podem impedir o desenvolvimento de um bem-estar individual.

Por essa razão, é tão importante falar sobre saúde mental nessa faixa etária, entendendo as principais causas de possíveis transtornos, como prevenir sentimentos autodestrutivos e, acima de tudo, oferecer suporte, em todas as instâncias, para a manutenção e promoção da saúde mental nessa fase.

Entendendo questões complexas

Além de questões cotidianas delicadas, outros aspectos como a violência doméstica, a falta de cuidado, suporte familiar e diálogo podem contribuir para um quadro mais grave.

Famílias com histórico de transtornos, como a depressão e ansiedade, além de outras condições semelhantes, também representam um agravante àqueles que carregam traços de uma instabilidade emocional bastante clara.

Em meio a esse cenário, é evidente que a pandemia também foi responsável por influenciar quadros que já se manifestavam de forma crítica. Como é o caso de crianças e adolescentes que, antes do isolamento social, já lidavam com dificuldades para se relacionar. Além disso, a pandemia também desencadeou gatilhos poderosos, sobretudo em razão da ausência das redes de apoio e da perda de pessoas queridas.

Outro fator que também influencia nos quadros recentes é a questão geracional. A chamada “geração z”, de nascidos após o ano de 1995, estão mais suscetíveis a sofrerem com os impactos do estresse, resultando em taxas elevadas de ansiedade, depressão e automutilação. Isso ocorre porque, além de muitos fatores, também faltam mecanismos para lidar com a frustração e adversidades da vida, desencadeando, assim, transtornos mais graves.

Ainda assim, apesar das particularidades de cada caso, é possível entender algumas das principais causas que levam crianças e adolescentes a lidarem com oscilações no que diz respeito à saúde mental e emocional. Questões multifatoriais estão envolvidas, como as citadas acima, além de dificuldades quanto à socialização e exposição nas redes, que também contribuem rumo à construção de uma personalidade, hábitos e impressões individuais.

Como a escola pode ajudar na promoção da saúde mental entre crianças e adolescentes?

Uma aposta interessante levantada é a retomada do ambiente escolar como apoio de questões voltadas a essa faixa etária. É evidente que, com a pandemia, as aulas on-line prejudicaram a troca interpessoal e, consequentemente, o aprendizado entre crianças e adolescentes, justamente pelo desgaste e pouca receptividade por parte dos alunos ao longo do processo.

E, apesar de hoje existir um enorme avanço sobre o tema nos espaços escolares, ainda não há estrutura suficiente para lidar com a saúde mental entre crianças e adolescentes, ainda mais quando a escola é encarada enquanto um dos principais espaços de desenvolvimento e manutenção do tema.

A implementação de programas voltados aos jovens matriculados e familiares é uma alternativa cabível e de bastante impacto, sobretudo no que diz respeito às relações sociais estabelecidas no espaço escolar e ao processo de ensino-aprendizagem, suas dificuldades e possíveis entraves. Nessa última etapa, é ideal a participação conjunta de professores e funcionários da instituição, a fim de lidar da melhor forma com as questões de cada aluno.

Além disso, a escola também é um espaço de privilégio para a observação e acompanhamento do aluno. Afinal, é o ambiente direcionado para o desenvolvimento da criança, aprendizados, autodescobertas e, sobretudo, para o reconhecimento de suas futuras relações.

É essencial, também, que os professores sejam capazes de levar, para dentro da sala de aula, o tema da saúde mental. Unindo, acima de tudo, a teoria à prática a partir da criação de um espaço de escuta e rodas de conversa.

Dessa forma, é imprescindível a atuação direta do espaço escolar para a criança e o adolescente. Pois é a partir dele que a construção de outras formas de sociabilização, além do reconhecimento e formação de características da personalidade são desenvolvidas, essenciais para a manutenção da saúde mental entre esse grupo.

Meeting,Summer,Day.,Back,Rear,View,Of,Happy,Young,Woman

Começando a sua jornada com Flow

Preparando-se

Você pediu seu dispositivo, e agora? Existem alguns passos simples que você pode dar para se preparar para recebê-lo:

Começando

Chegou o dia e você tem o seu Headset Flow! Notícias emocionantes! Para garantir que você tenha tudo o que precisa, coletamos as principais perguntas abaixo:
Quando e como devo usar o Headset?
Quando e como você usa seu Flow depende de você. Alguns dos nossos usuários acham que as estimulações fornecem-lhes mais energia para que eles usem seu Flow pela manhã, enquanto outros acham que as estimulações os deixam mais relaxados e acham útil estimular ao longo do dia. Recomendamos encontrar um tempo que funcione melhor para você e usá-lo consistentemente nesse tempo pelo protocolo;
Existem muitos cursos de terapia comportamental incluídos no app que são comprovados para ajudar na redução de sintomas depressivos. Recomendamos usar o Headset e o aplicativo juntos para obter os melhores resultados;

O que eu faço primeiro?

Encontre um lugar seguro e confortável para suas sessões com o Flow. Certifique-se de que seu Headset Flow esteja totalmente carregado antes do uso e você tenha baixado o Aplicativo Flow;
Uma vez ativado, você deve sentir o início da estimulação. Esta sensação é diferente para todos os usuários, mas foi descrito como uma sensação de formigamento;
O App vai guiá-lo a partir daí; do posicionamento do fone de ouvido, estimulações de testes, cursos de terapia comportamental e estímulos completos;
Como saberei se está funcionando?
O Headset terá um pouco de luz LED verde exibida na frente quando carregada;
Seu aplicativo irá solicitar e permitir que você estimule pressionando um botão intitulado: START STIMULATION;
Uma vez ativado, você deve sentir o início da estimulação.
Geralmente, em cerca de 15 sessões de ETCC, os usuários começaram a notar uma mudança positiva em seus sintomas depressivos. No entanto, observe que todos são diferentes e alguns podem começar a sentir mudanças mais cedo. A maioria dos usuários, por sua vez, continua a sentir reduções maiores após 15 sessões. Essas mudanças foram observadas em vários estudos do ETCC;

Tirando o máximo do seu Flow

Pequenos passos na direção certa somam grandes resultados. É importante ser paciente consigo mesmo porque os resultados não vêm da noite para o dia, mas levam tempo. Recomendamos manter o plano de tratamento o máximo possível para se sentir como seu “melhor eu” novamente.

Olhando para o futuro

Como a maioria das coisas na vida, coisas boas levam tempo. E embora todos sejam diferentes, é comum compartilhar experiências semelhantes ao longo do tratamento. Abaixo estão alguns momentos cruciais e dicas sobre o que esperar:
Dia 1º
O que esperar:
Você começou sua jornada com Flow. Parabéns! Depressão é difícil, mas esperamos apoiá-lo e ajudar a melhorar as coisas.
Coisas para saber para o dia 1:
Certifique-se de ter o aplicativo baixado, bluetooth ativado e dispositivo totalmente carregado.
Quando alguém está deprimido, o cérebro é fisicamente diferente de quando não está. À medida que você começa a estimular seu cérebro com o Headset Flow, você está mirando essas mudanças físicas em seu cérebro, incluindo áreas que estão envolvidas em concentração, sono e reações emocionais de processo.
Semana 1
O que esperar:
Neste ponto você completou de três a cinco sessões. É isso aí! Você está bem a caminho de se tornar um especialista em Flow e provavelmente já tem um horário/local preferido para usá-lo.
Coisas para saber para a semana 1:
É muito importante seguir o protocolo de tratamento para resultados. Continue o grande trabalho.
É comum sentir-se semelhante ao que você sentiu no início do seu tratamento, mas saiba que seguindo o protocolo de tratamento com o Flow, você começará a estimular áreas específicas do seu cérebro que podem não ser tão ativas quando deprimidas. Ao ativar essas áreas e vivenciar hábitos saudáveis com o Aplicativo Flow, você pode começar a esperar se sentir melhor.
Você está contribuindo para que seu cérebro processe melhores emoções, sono e até mesmo concentração.
Mês 1
O que esperar:
Na semana 4, começa a fase de fortalecimento do tratamento. Agora você já deve ter começado a notar mudanças positivas em sua depressão e pode esperar continuar a ver mais. Você notará que o número de sessões de estimulação está agora limitado a um máximo de 2 por semana.
Muitos usuários acham útil espaçar suas duas sessões de estimulação ao longo da semana.
Coisas para saber para o mês 1:
Nosso cronograma de tratamento é baseado em um protocolo comprovado como seguro e eficaz, como visto em vários estudos de pesquisa de depressão do ETCC. Como somos um dispositivo médico certificado, é importante recomendar apenas o que se prova ser seguro e eficaz. Se você quiser continuar usando seu dispositivo Flow mais vezes por semana, pedimos gentilmente que fale com seu médico.
Este texto foi traduzido. Para ler a versão original acesse https://www.flowneuroscience.com/blog/starting-your-journey-with-flow/.

Faça um teste de depressão agora mesmo!

Estou deprimido? – Faça um teste de depressão!

Entenda os critérios e faça um teste de depressão.

Como saber se você está triste ou passando por uma depressão? Quando sentimentos comuns se desenvolvem em sérias doenças mentais e como reconhecê-lo? Felizmente, essa página irá te ajudar a responder algumas questões sobre sintomas depressivos e o que você pode fazer uma vez que você compreenda o que eles são.

Esse artigo inclui informações sobre sintomas depressivos e critérios de depressão e também um teste comumente usado para avaliar sintomas depressivos, chamado MADRS.

Vamos começar olhando para os sintomas depressivos. Quando você aprender sobre sintomas de depressão, você irá perceber que duas pessoas com o mesmo diagnóstico podem apresentar diferentes experiências da condição. Conforme você realizar o teste online de depressão, você, provavelmente, irá reconhecer alguns sintomas imediatamente e outros não serão tão familiares assim.

Para facilitar o entendimento sobre depressão, nós podemos dividir os sintomas depressivos em três categorias: sintomas físicos, sintomas mentais e sintomas sociais.

Sintomas de depressão

Sintomas físicos: uma pessoa com sintomas físicos pode experienciar mudanças de apetite e peso, fazer movimentos mais lentos ou falar mais devagar que o usual, falta de desejo sexual e dormir demais ou quase nada. Acordar muito cedo ou ter problemas para pegar no sono à noite são indicações comuns de distúrbios de sono.

Sintomas mentais: uma pessoa com sintomas mentais pode experienciar desânimo ou tristeza que não desaparece por semanas ou meses, se sentir desesperançada e desamparada, se sentir extremamente culpada, apresentar baixa autoestima mesmo fazendo atividades que gosta, se sentir irritada com outras pessoas ou apresentar dificuldade de tolerá-las, falta de motivação e interesse em coisas que costumam deixá-la feliz, dificuldade de tomar decisões e concentração, se sentir excessivamente ansiosa ou preocupada e ter pensamentos suicidas ou de se machucar.

Sintomas sociais: os sintomas sociais incluem ter problemas para finalizar trabalhos, isolamento e evitar contatos com amigos, negligenciar hobbies ou interesses e experienciar mais conflitos em casa do que o normal.

Naturalmente, a maioria das pessoas com depressão experienciam sintomas das três categorias. Além disso, é comum apresentar alguns desses sintomas sem estar passando por um episódio depressivo. Um diagnóstico de depressão inclui nove dos sintomas bem definidos e oito condições adicionais. No próximo parágrafo, você irá aprender sobre eles.

Como saber se estou deprimido?

Quais são os sintomas da depressão? As pessoas normalmente dizem “eu me sinto tão deprimida” ou “isso é depressivo”, mas a verdade é que a depressão é uma doença mental muito bem definida e inclui nove sintomas diferentes. Vale a pena notar que experienciar alguns dos sintomas não é suficiente para ser diagnosticado com depressão. Existem critérios depressivos sérios para serem considerados. Continue lendo para ter uma visão completa.

  • Estado depressivo: sentimento de tristeza durante a maior parte do dia, quase todo dia.
  • Perda de interesse e prazer: redução, perceptiva, de interesse/prazer em todas (ou quase todas) as atividades na maior parte do dia.
  • Mudanças de apetite ou peso (comer demais ou comer menos que o usual).
  • Distúrbios de sono (dormir demais ou de menos).
  • Se movimentar mais lentamente que o normal ou realizar movimentos sem sentidos devido à ansiedade (por exemplo, torcer as mãos).
  • Falta de energia: se sentir cansado o dia todo.
  • Se sentir excessivamente culpado ou sem valor.
  • Apresentar dificuldades de concentração ou de tomar decisões.
  • Apresentar pensamentos suicidas ou algumas vezes desejar morrer.

Vamos continuar os critérios de depressão. Não é o suficiente experienciar alguns desses sintomas para receber um diagnóstico de depressão. As seguintes condições também precisam estar presentes:

  • A pessoa apresenta ao menos 5 sintomas depressivos.
  • Um dos sintomas “estado deprimido” ou “perda de interesse e prazer” está presente.
  • Os sintomas depressivos esteve presente por pelo menos duas semanas.
  • Os sintomas depressivos causam sofrimento ou afetam a capacidade de trabalho da pessoa, interfere nos relacionamentos ou outros aspectos importantes da vida.
  • Os sintomas não podem ser explicados por uma doença física ou abuso de substâncias.
  • Os sintomas não podem ser explicados por nenhuma outra doença mental.
  • A pessoa nunca experimentou um episódio maníaco ou hipomaníaco.

Como você pode imaginar, a depressão pode ser complicada de reconhecer e diagnosticar porque existem muitos sintomas e critérios para se considerar. O próximo parágrafo inclui um teste de depressão online, que pode te indicar a seriedade dos seus sintomas depressivos.

Teste de depressão

– Faça o teste de sintomas depressivos

Você pode usar esse teste de sintomas depressivos, chamado MADRS-S, para obter uma visão geral do seu estado. MADRS significa Montgomery-Åsberg Depression Rating Scale (Escala de Classificação de Depressão de Montgomery-Åsberg, no português). Tem 9 questões, cada uma com algumas declarações de como uma pessoa pode se sentir. As afirmações expressam diferentes níveis de desconforto, desde nenhum desconforto até o máximo desconforto. Você seleciona a opção que melhor descreve como você tem se sentido nos últimos 3 dias. Não pense muito para responder. Ao contrário, tente responder o mais rápido possível!

Lembre-se, questionários não podem providenciar um diagnóstico completo. O resultado é mais como um guia.

O teste normalmente tem duração de 5-10 minutos. Baixe agora o aplicativo Depressão-Flow para fazer o teste.

Seu resultado nesse questionário pode ser dividido em quatro categorias: sem depressão, leve, moderada ou depressão severa. Pontuações mais altas indicam mais depressão grave.

Pontuação no teste online de depressão MADRS

Você já fez o teste? As diferentes pontuações no teste de sintomas depressivos podem te dizer sobre a seriedade dos seus sintomas. Mas lembre-se, isso é só uma indicação de como você está se sentindo, não é um diagnóstico.

  • Pontuação 0-12: sem ou depressão mínima. Essa pontuação indica que você não tem depressão clínica e que você apresenta sintomas depressivos mínimos. É comum ter alguns sintomas sem ter depressão.
  • Pontuação 13-19: depressão leve. Essa pontuação indica que você tem sintomas leves de depressão.
  • Pontuação 20-34: depressão moderada. Essa pontuação indica que você tem sintomas moderados de depressão.
  • Pontuação >34: depressão severa. Essa pontuação indica que você pode apresentar sintomas severos de depressão. Mesmo que esse teste seja só um guia, é fortemente recomendado que você contate um médico ou um psicólogo.

O próximo parágrafo te dirá mais sobre os diferentes tipos de depressão.

Existem diferentes tipos de depressão?

Estar deprimido pode significar muitas coisas. Às vezes, depressão não é visível para os outros. A pessoa deprimida carrega os sintomas como uma bolsa pesada nas costas, mas ainda é capaz de trabalhar e se relacionar. Às vezes, a depressão é visível para os outros e os sintomas fazem com que seja impossível para a pessoa depressiva viver uma vida normal. A severidade dos sintomas depressivos pode ser dividida em três categorias: leve, moderada e depressão severa. Aqui vai uma pequena explicação:

  1. Depressão leve: no caso de depressão leve, todos os critérios para depressão são encontrados, mas a pessoa depressiva pode manter as tarefas do dia a dia, trabalho e relacionamentos. Os sintomas depressivos nem sempre são visíveis para as outras pessoas. Mesmo que esse seja o estado de depressão mais leve, é mais do que só estar triste temporariamente. Os sintomas, como o de se sentir para baixo e falta de energia, não desaparecem como você esperaria que eles fizessem se você só estivesse experienciando uma tristeza comum ou cansaço. É importante tentar tratar seus sintomas porque uma depressão leve pode progredir para formas mais severas. A boa notícia é que os sintomas leves são os mais fáceis de serem tratados. Falar com um terapeuta ou um psicólogo é o recomendado para esse tipo de depressão. Além disso, fazer algumas mudanças no seu estilo de vida pode ter um impacto significativo nos seus sintomas depressivos e até mesmo te tirar da depressão. Leia mais sobre isso: 5 maneiras de tratar a depressão sem medicamento.
  2. Depressão moderada: no caso da depressão moderada, há mais sintomas presentes e eles tendem a ser mais severos que no caso da depressão leve. A pessoa depressiva experimenta dificuldades de manter as atividades do trabalho e da vida cotidiana. Os sintomas são geralmente severos o suficiente para causar problemas em sua vida social também. Se você reconhece esse nível de depressão, é altamente recomendado que você procure um tratamento o mais rápido possível. Atendimento psicológico e medicação antidepressiva são os tratamentos mais comuns para a depressão moderada. O próximo parágrafo inclui links de ajuda profissional e números que você pode ligar. A estimulação cerebral é outra maneira de tratar os sintomas moderados. Se você não está interessado em fazer uma terapia ou tomar um medicamento, ou se você está procurando uma combinação de tratamentos, você pode ler mais sobre o tratamento por estimulação cerebral da Neurociência Flow aqui. Além disso, existem muitas coisas que você pode fazer em casa para tratar os sintomas depressivos moderados: 5 maneiras de tratar a depressão sem medicamento.
  3. Depressão severa: no caso da depressão severa, a qualidade de vida é altamente reduzida e a pessoa depressiva não consegue manter um dia a dia e tarefas diárias. Esse é tipicamente o nível de depressão que faz com que sair da cama toda manhã seja um desafio enorme e que seja muito difícil realizar as tarefas domésticas comuns. Provavelmente afeta toda a vida social e os relacionamentos. Normalmente, é associada com uma intensa experiência de desesperança e pensamentos ou planos suicidas. Se você reconhece alguns desses sintomas depressivos severos, por favor, contate um profissional de saúde o mais rápido possível.

O próximo parágrafo disponibiliza para você alguns links e números que você pode ligar. Lembre-se, depressão é uma condição tratável e existem muitas formas diferentes de tratamento disponíveis.

Como eu sei se eu tenho ou não depressão?

Um teste online de depressão não é o suficiente para garantir se você tem um diagnóstico. A única maneira para receber um diagnóstico de depressão é contatar um profissional de saúde, como um psiquiatra ou um psicólogo. Você precisa de uma ajuda profissional para ter certeza que todos os critérios para depressão estão presentes.

Se você sente a necessidade de suporte e não sabe o que fazer, uma opção é ligar para as chamadas “linhas de ajuda” (helpline). Você pode falar com outra pessoa e eles podem te orientar para diferentes tipos de tratamento. Dependendo da sua localização no mundo, existem diferentes números que você pode ligar. Clique aqui para visualizar a lista com diferentes linhas de ajuda.

Por que eu estou depressivo?

Depressão pode ter diversas causas. Normalmente, é uma combinação de fatores genéticos e ambientais. Isso significa que os parentes de uma pessoa depressiva têm maior risco de ficarem deprimidos e, na maioria dos casos, ele ou ela também passam por eventos difíceis da vida antes de ficarem deprimidos.

Essas circunstâncias da vida podem ser qualquer coisa desde separação, perdas e conflitos até grandes mudanças na vida, como mudança ou começar um trabalho novo. Isso é verdade também para mudanças ambientais, por exemplo quando há mudanças climáticas do verão para o outono ou do inverno para a primavera. Hormônios são outra coisa que pode desencadear uma depressão. É por isso que os riscos são maiores depois de algumas semanas após o parto de um bebê.

Portanto, a depressão possui muitas causas e algumas vezes parece que ela vem de lugar nenhum. Nunca podemos evitar totalmente que os sintomas nos afetem, mas há muitas coisas que podemos fazer para impedir o agravamento dos sintomas em um estado inicial. Existem várias opções de tratamento para a depressão baseada em evidências.

Leia mais sobre 5 maneiras de tratar a depressão sem medicamento e Como se recuperar do estresse e da depressão.

Este artigo foi traduzido, para ver a versão original clique aqui.

Conheça o Flow, um novo tratamento para depressão

Flow: o novo tratamento para depressão!

Levando em consideração o novo normal, que inclui isolamento social, home office e uma grande pressão psicológica em razão do contexto de pandemia, você pode estar sofrendo com os sintomas que o transtorno depressivo desperta. É o seu caso? Saiba que existe um tratamento que você pode realizar no conforto e segurança do seu lar! Conheça, neste blog, o Headset Flow. Um neuroestimulador responsável por tratar dos sintomas da depressão! Livre dos efeitos colaterais que a medicação provoca, você pode realizar o tratamento mantendo as recomendações sanitárias. Leia e confira mais sobre como esse método traz comodidade, conforto e resultados comprovados.

O Headset Flow: inovação no tratamento para depressão

O dispositivo Headset Flow é controlado pelo aplicativo Flow. É preciso conectar o seu Headset ao app, via Bluetooth. Assim, você conseguirá habilitar e programar as sessões de neuroestimulação de acordo com a sua disponibilidade de tempo. E como já dissemos, você não precisará sair de casa e se expor a riscos que, infelizmente, a Covid-19 ainda nos desperta. Neste momento é preciso cuidar do corpo, mas da mente também! E com o Headset isso é possível!

A técnica adotada é a Estimulação Transcraniana por Corrente Contínua, que já vem sendo utilizada em outros países para o tratamento de transtornos como a depressão. O dispositivo foi aprovado para uso doméstico em países como o Reino Unido, que está sob as orientações e legislação da União Europeia. Já no Brasil, antes de ser lançado no mercado, o Headset Flow passou por todas as etapas de validação e homologação. Tudo supervisionado por órgãos como o INMETRO (Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia) e a ANVISA (Agência Nacional de Vigilância Sanitária), que “tem por finalidade institucional promover a proteção da saúde da população, por intermédio do controle sanitário da produção e consumo de produtos e serviços submetidos à vigilância sanitária, inclusive dos ambientes, dos processos, dos insumos e das tecnologias a eles relacionados”.

O aparelho possui dois eletrodos – pólos condutores de energia elétrica – que deverão ser posicionados na região da testa para estimular a atividade cerebral. E, assim, tratar dos sintomas do transtorno. Os eletrodos geram uma corrente que será a responsável por estimular as atividades neurais e gerar reações diferentes das que a depressão causa em nosso cérebro.

Além do mais, o Headset é um aparelho portátil, seguro e confortável, o que garante praticidade e eficácia para o tratamento da doença. Você pode se recuperar dos sintomas e reflexos da depressão aí mesmo, na sua casa! Ainda vivemos um período conturbado devido a pandemia. Por isso, sempre que possível, tire um tempo para cuidar da sua mente. E tudo bem se sentir afetado com o contexto, mas o que você não pode fazer é se deixar levar! Mais do que nunca é importante se isolar e cuidar da sua saúde física e mental. Lembre-se: isso vai passar! Porém, ainda é preciso paciência.

Pesquisas e resultados

O Headset de estimulação passou por diversas pesquisas, fases de desenvolvimento e validação. E com isso, ele se mostrou eficaz em relação aos tratamentos tradicionais e com menor índice de efeitos colaterais. Sendo assim, o tratamento com o dispositivo Flow é uma alternativa totalmente eficaz!

O suporte e a inovação são diferenciais que o próprio aplicativo irá disponibilizar. Pois além de oferecer um tratamento individual, é muito importante garantir que o paciente se adapte e obtenha bons resultados com o uso. E por isso que o app é de fácil utilização, otimizando o tempo e certificando que as sessões sejam satisfatórias.

Box para tratamento da depressão

Você pode receber, no conforto da sua casa, um kit com os itens necessários para o tratamento. Os itens são: 1 Headset, 1 Carregador, 1 Cabo micro-USB, 2 Anéis de suporte para os Pads, 1 Caixa de Pads para 6 semanas, 1 Instruções de uso em Português.

O Headset possui bateria interna, com duração de 5 horas. Isso significa que você conseguirá realizar cerca de 10 sessões de estimulação antes de precisar recarregar. E quando esse momento chegar, é simples: conecte o cabo USB ao carregador de tomada e também ao dispositivo. Bem simples, não é? É o mesmo que você faz com o seu smartphone, mas a frequência será menor.

Os Pads são descartáveis, por isso é importante que sempre faça a troca entre uma sessão e outra. E o box já contém uma caixa deles para você não precisar se preocupar! Os Pads para as primeiras 6 semanas, ou equivalente a 20 sessões, já estão incluídos no pacote.

Além disso, você receberá também um manual com as instruções de uso e características técnicas do produto. Leia com atenção antes de iniciar os protocolos de tratamento. O manual do usuário está impresso em vários idiomas, inclusive Português.

Detalhes sobre o Headset Flow

O dispositivo possui diversas certificações, sistema de segurança que permite o uso doméstico além de ter sido testado de acordo com a IEC 60601. Isso tudo para garantir a segurança de dispositivos médicos elétricos.

Outra informação importante é: o uso é restrito às pessoas maiores de 18 anos que já possuem diagnóstico de depressão. Visto que mesmo não causando as reações adversas dos medicamentos, o uso impactará na forma com que o cérebro responde ao transtorno, modulando novas reações positivas. Ou seja, é preciso que exista um fator pré disposto (diagnóstico) para que o tratamento seja indicado. Também aconselhamos o monitoramento através do aplicativo, que trará as informações necessárias para o tratamento.

Flow e você

Se ainda ficaram dúvidas sobre como funciona este tratamento para depressão, acesse o nosso blog O Que É Um Neuroestimulador Para Tratar Da Depressão? e saiba mais! Nós teremos o maior prazer em te atender e auxiliar no que for preciso. Headset Flow: eficácia de resultados e praticidade para o seu dia a dia.